top of page
  • Foto do escritorMuseu Banksy

O que acontece aos murais de Banksy? O carácter efémero da arte de rua

Banksy, ansioso por tornar o seu trabalho acessível a todos, coloca deliberadamente as suas obras nas ruas e em locais públicos, fazendo com que as pessoas falem sobre elas. Mas depois de estarem nas paredes, o que é que lhes acontece? A arte de rua é transitória e é muitas vezes apagada pelas autoridades, coberta por outros graffitis ou corroída pelas condições climatéricas e pelo tempo... E esta é apenas uma pequena lista do que acontece à arte de rua. Vejamos agora mais de perto.


"Morning is Broken", de março de 2023, apareceu no condado de Kent, no sul de Inglaterra, e já foi demolida. Obra de Banksy

"Morning is Broken", Sítio Web de Banksy


O mundo da arte de rua: também se trata de quem fica com o espaço. 

No mundo da arte de rua, a procura das paredes perfeitas e dos melhores locais para ser visto é essencial, mas não é o único artista, por isso também tem de lidar com a criatividade dos outros... quer goste ou não.  Por vezes, desenvolve-se uma certa rivalidade entre os artistas de rua. King Robbo e Banksy são conhecidos por cobrirem o trabalho um do outro.  Há um muro em particular ao longo do Regent's Canal em Camden, Londres, um local que se tornou numa espécie de campo de batalha de graffiti entre Banksy e a falecida lenda do graffiti londrino King Robbo. O muro foi objeto de muitas modificações por ambos os artistas. Outro exemplo de graffiti que cobre outras obras é "Queen Ziggy", localizado num muro alto em Maudlin Street, Bristol. Desta vez, parece um pouco mais um trabalho em curso entre artistas urbanos, um muro em perpétua evolução ao lado de "Queen Ziggy".


É também uma questão de tempo...

No exterior, à mercê das intempéries, do vento e da chuva, a pintura tende a desvanecer-se progressivamente. Para evitar que se deteriore demasiado depressa ou que seja coberta por outros graffiti, os proprietários dos muros ou as cidades decidem proteger a arte com plexiglas. Alguns pensam que a pintura deve ser restaurada, como a "Girl With Relief Torch" pintada em 2019 em Veneza, mas os críticos estão agora a debater se restaurar o trabalho de Banksy é uma boa ou má ideia.


Algumas peças são simplesmente roubadas... 

Algumas peças são destacadas e roubadas, como a "sad girl" que foi estampada em junho de 2018 na porta de saída do Bataclan, através da qual muitos espectadores escaparam ao ataque terrorista. Foi roubada em janeiro de 2019 e encontrada no ano seguinte numa quinta em Itália. Esta não é uma ocorrência invulgar na arte de rua: o artista de rua francês "Invader" teve muitos dos seus mosaicos roubados, que foram depois vendidos por alguns milhares de dólares no eBay ou em galerias de arte duvidosas. Banksy nunca apresentou queixa pelo roubo das suas obras. Criou, no entanto, um centro de certificação das suas obras: Pest Control. Este organismo só certifica obras destinadas à venda. O caso mais recente é o de um cartaz de rua em Londres, representando drones de guerra, que foi roubado no espaço de uma hora. Mais tarde, uma artista de rua local colocou a sua própria réplica da obra desaparecida de Banksy no local onde esta se encontrava.


um cartaz de rua em Londres, representando drones de guerra, que foi roubado no espaço de uma hora. Obra de Banksy.

Cartaz de rua em Londres, representando drones de guerra, Sítio Web de Banksy


Comprar uma parede para a colocar numa galeria de arte

Como as "Season's Greetings" de Banksy, feitas em dezembro de 2018. A saudação da estação tem um sabor amargo, especialmente agora que sabemos que um galerista comprou a parede ao dono da garagem para a colocar numa galeria. O privilégio de ter a obra de arte de Banksy numa pequena cidade desapareceu. John Brandler, proprietário da Galleries in Essex, disse:

"Desde que Season's Greetings apareceu, há três anos, fanáticos tentaram destruir esta obra de arte espantosa. Estamos a mudá-la de lugar para a preservar para as gerações futuras, onde possa ser vista e apreciada, mas não vandalizada".

Enquanto outras peças não são notadas e acabam por ser destruídas...

"Morning is Broken", de março de 2023, apareceu no condado de Kent, no sul de Inglaterra, e já foi demolida. A quinta onde se encontrava a obra de Banksy foi demolida e uma dúzia de novas casas serão construídas nessa zona... Uma parte da obra foi salva do lixo.


 A natureza efémera das obras é muitas vezes pretendida pelo próprio Banksy. Em 2018, The Girl with the Balloon autodestruiu-se parcialmente a meio de um leilão, causando espanto. Uma performance que evidencia a intenção do artista de desafiar a permanência da arte.

コメント


  • Facebook
  • Instagram
bottom of page